"Eu sou um feminista com orgulho"

O secretário-geral da ONU, António Guterres, se descreveu como um "feminista com orgulho" e disse que todos os homens têm de apoiar os direitos das mulheres e a igualdade de gênero.

"Eu sou um feminista com orgulho"

António Guterres, em seu discurso na abertura da reunião anual da Comissão das Nações Unidas sobre o Status da Mulher, que durará duas semanas, enfatizou que é de vital importância acabar com a discriminação e os clichês que limitam as oportunidades das mulheres.

Guterres disse que é uma das maiores dificuldades nos direitos humanos mudar "a injusta dinâmica da força" que constitui a base da discriminação e estupro contra as mulheres e acrescentou:

"A discriminação contra mulheres prejudica sociedades, organizações, empresas, economias e grupos. Por esta razão, todos os homens têm de apoiar os direitos das mulheres e a igualdade de gênero. E por esta razão me considero um feminista com orgulho".

Gutteres chamou a atenção para o fato de que, em geral, o período em que os movimentos #MeToo e #Time foram discutidos são tempos muito importantes para os direitos das mulheres e meninas e acrescentou:

"As mulheres são pioneiras em ciência e matemática, mas no mundo, elas representam apenas 30% das questões de pesquisa e desenvolvimento".



Notícias relacionadas