Rússia culpa Israel por expor seu avião a um ataque da defesa antiaérea síria

Moscou: "14 soldados russos morreram por causa das ações irresponsáveis ​​de Israel na Síria".

Rússia culpa Israel por expor seu avião a um ataque da defesa antiaérea síria

O Ministério da Defesa da Rússia anunciou que o avião militar russo que desapareceu na Síria na segunda-feira foi precipitado pelo sistema de defesa aérea S-200, da Síria, por causa dos ataques israelenses.

O ministério, em um comunicado, informou que o avião russo IL-20, com o qual a comunicação foi perdida e que desapareceu na segunda-feira dos radares com 14 soldados a bordo nas proximidades da base de Hmeymim foi bombardeado com um míssil lançado pelo sistema de defesa S-200 do exército sírio.

Ao usar o avião russo como escudo, os pilotos israelenses "o colocaram sob o fogo da defesa aérea síria", explicou o ministério.

O porta-voz da entidade, Igor Konashenkov, disse que "o Il-20 foi abatido por um míssil do sistema S-200 da defesa antiaérea da Síria".

O representante da defesa acrescentou que "um desempenho irresponsável do exército israelense resultou na morte de 14 soldados russos, o que não responde ao espírito de cooperação entre a Rússia e Israel".

O Ministério em uma primeira declaração relatou que o avião russo IL-20 desapareceu dos radares quando retornou à base de Hmeymim e sobrevoava o Mediterrâneo.

A agência acrescentou que o avião desapareceu quando quatro aviões F-16 da Força Aérea Israelense lançaram um ataque contra alvos sírios na província síria de Latakia.



Notícias relacionadas