Vêm aí as Gemínidas, a única chuva de estrelas com origem num asteroide

As Gemínidas atingirão o seu ponto alto em meados da semana e prometem ser um espetáculo de meteoros brilhantes e coloridos.

Vêm aí as Gemínidas, a única chuva de estrelas com origem num asteroide

As Gemínidas são a única chuva de estrelas com origem num asteroide e não de um cometa, e prometem um espetáculo brilhante e colorido no céu.

Este fenómeno, vulgarmente conhecido como “chuva de estrelas”, é produzido pela passagem da Terra pela órbita de um cometa. Durante a sua viagem estelar, estes objetos deixam atrás de si uma nuvem de gás e pó, que são atraídos pela gravidade terrestre. Estes materiais, ao entrarem em contacto com a nossa atmosfera, desintegram-se e deixam um rasto brilhante no céu.

Mas as Gemínidas são um caso diferente: esta chuva de estrelas têm origem num asteroide batizado como “3 200 Phaeton” (o filho de Helios, o deus do Sol). Este é um cometa estéril, sem elementos voláteis.

O cometa Phaeton mede 5,1 kms de comprimento e foi descoberto a 11 de outubro de 1 983. Desde então, este pequeno corpo celeste tem fascinado os astrónomos.



Notícias relacionadas