"É difícil acreditar que os EUA não tinham conhecimento da tentativa de golpe na Turquia"

O presidente russo, Vladimir Putin, disse sobre a possível ligação dos EUA com a tentativa de golpe feita em 15 de julho pela organização terrorista Fetullahista

"É difícil acreditar que os EUA não tinham conhecimento da tentativa de golpe na Turquia"

O presidente russo, Vladímir Putin avaliou o golpe em 15 de julho feita pela Organização Terrorista Fetullahista (FETO) em um documentário chamado "The Putin Interviews" (Entrevistas de Putin), de quatro capítulos, rodado pelo famoso diretor americano Oliver Stone.

Quando perguntado por Stone sobre alegações de que a Agência Central de Inteligência dos EUA (CIA) tinha uma conexão com a tentativa de golpe, Putin disse que o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, não disse nada a ele se os EUA tiveram um papel ou não no golpe.

"Se Fetullah Gülen (cabeça da FETO) foi definitivamente envolvido no golpe, eu não tenho nenhuma ideia sobre este assunto, é difícil acreditar que os serviços de inteligência dos EUA não tinham conhecimento do que aconteceu", disse ele.

O presidente russo também comentou sobre a base aérea de Incirlik, em Adana.

"Os soldados norte-americanos são implantados na mesma base aérea de Incirlik e alguns dos soldados que participaram ativamente da tentativa de golpe também estava lá", disse ele.



Notícias relacionadas