Sudão celebra decisão de retirada das sanções dos EUA

O Sudão também espera que os EUA retirem o país da lista de países que apoiam o terrorismo

Sudão celebra decisão de retirada das sanções dos EUA

O Ministério dos Negócios Estrangeiros do Sudão saudou o levantamento das sanções pelos Estados Unidos após vinte anos de embargo.

Em uma declaração escrita publicada na sexta-feira, o Ministério das Relações Exteriores do Sudão disse que a liderança, o governo e as pessoas, saudam o levantamento permanente das sanções econômicas pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump,.

"O Sudão considera isso como um desenvolvimento positivo na história das relações dos sudaneses e dos EUA e um resultado natural de um diálogo franco, transparente e construtivo que analisou todas as preocupações entre os dois países", acrescentou.

A declaração também disse que o Sudão estava ansioso para construir laços naturais e progressivos com os EUA , mas isso exige a remoção do nome do Sudão da lista de países que patrocinam o terrorismo.

Os EUA anunciaram nesta sexta-feira o levantamento permanente de sanções contra o Sudão e a decisão entrará em vigor dia 12 de outubro.

O Sudão foi um dos seis países de maioria muçulmana na lista original, mas o presidente Donald Trump no domingo, 24 de setembro, ordenou que ele fosse retirado quando emitiu uma nova lista, segundo a qual oito nações agora têm bloqueio completo ou parcial em viagens para os EUA.

 

Fonte: AA



Notícias relacionadas